• SUPORTE AO CLIENTE - 41 3091.6100
  • CONSULTOR CURITIBA - 41 3091.6120
  • CONSULTOR SÃO PAULO - 11 4872.2416
  • outubro

    21

    2019
  • 201
  • 0
Como o estoque pode afetar seus custos?

Como o estoque pode afetar seus custos?

O estoque e o dinheiro
Para obter melhores resultados, as empresas devem estar atentas aos pontos que envolvem dinheiro. Um deles é o estoque. Saber o que deve permanecer, decidir quando reabastecer e quantos dias de estoque são ideais, são preocupações das unidades de alimentação e nutrição.
Um bom gerenciamento de estoque ajuda na redução dos valores monetários envolvidos. Mantê-los os mais baixos possíveis, mas dentro dos níveis de segurança e dos volumes para o atendimento da demanda de produção é o ideal.

Armazenamento e dias de estoque
Um bom controle de estoque passa primeiramente pelo planejamento. Comprar somente os itens previstos no cardápio nas quantidades de refeições definidas garante que não haja desperdício de matéria-prima.
Para que haja confiabilidade no estoque e sejam evitadas divergências, é importante designar responsabilidades para aqueles que farão as entradas e saídas. Contagem dos materiais, conferência das datas de vencimento e perecibilidade dos itens devem ser verificados diariamente.
Os estoques devem ser mantidos em locais seguros e restritos. Todas as informações de movimentação devem estar disponíveis para consulta e validação.
Frequentemente se mantém um estoque mínimo. Ele pode ser útil nos casos de atrasos no fornecimento, aumento não programado do número de refeições, ou eventos de última hora. Estima-se que para o “estoque de segurança”, tenha-se o equivalente para a produção das refeições de dois dias.

Curva ABC e os itens caros
A Curva ABC é um método de controle de estoque. Consiste em separar os itens de acordo com sua importância em relação a determinado fator, geralmente o custo. A utilização da Curva ABC pode auxiliar na tomada de decisão e alcance de melhores resultados.
Ao organizar seu estoque, uma pequena quantidade de itens fará parte da classe A, ela representará uma grande parcela dos seus recursos financeiros. Por outro lado, a grande maioria dos itens fará parte da classe C e terá pouca representatividade financeira. Entre as classes A e C situam-se itens com importância e quantidades médias – classe B. Como exemplo de itens por categoria podemos citar: carnes na classe A, cereais na classe B e descartáveis da classe C.
Por meio dessa curva podemos notar que nem todos os itens possuem a mesma importância e assim não devem receber a mesma atenção. Logo, os itens importantes são aqueles que em pequena quantidade apresentam o maior valor – curva A, devendo seu controle ser realizado de maneira mais rigorosa.
Assim, evitar compras desnecessárias, controlar saídas e verificar a validade dos itens, são estratégias para controlar seu estoque e reduzir seus custos.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Seu Comentário será publicado em até 24 horas.

Todos os direitos @GenialNet 2019